Resenha: Isla e o final feliz

quinta-feira, julho 30, 2015

Isla e o final feliz - Stephanie Perkins

Sinopse: Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito. Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias envolvendo sisos retirados e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes. Com participações de Anna, Étienne, Lola e Cricket, personagens mais do que queridos pelo público apresentados em livros anteriores da autora, Isla e o final feliz é uma história de amor delicada, apaixonante e sedutora, um desfecho que vai fazer os fãs de Stephanie Perkins suspirarem ainda mais.


Finalmente chega o fim da trilogia de Stephanie Perkins. Dessa vez, o livro é publicado pela editora Intrínseca, e não mais pela Novo Conceito.

Sinto que conheço a autora há anos, de tanto que esperei pelo último livro, Isla e o final feliz. Quem lê Stephanie Perkins se apaixona logo de cara, tanto é que Anna e o beijo francês é um dos meus livros favoritos, e me faz chorar toda vez que leio.

Em Isla e o final feliz temos Isla, uma garota ruiva, muito inteligente, que nutre uma paixão secreta por Josh há anos. Ela, inclusive, aparece em Anna e o beijo francês. A história gira em torno de Isla e Josh, que cursam ensino médio em Paris. 

Após uma noite de desastre completo onde os dois colidem em NY, Isla não sabe como encarar Josh. Apesar de tudo, fica o procurando em todos os corredores da escola, esperando alguma resposta após aquela noite. Quando finalmente os dois se encontram, muita estranheza e timidez paira no ar, e ambos precisaram sair da zona de conforto se querem mesmo um ao outro. 

Só pelo fato de a história passar boa parte em Paris já torna tudo romântico. Isla é uma verdadeira sortuda, pois há tanto tempo nutria uma paixão por Josh, e agora ele finalmente a notou. Josh é um fofo também, sofre muito por ser filho de um senador, já que tem toda uma pressão em torno disso.  

Me identifiquei muito com a personagem, pois era suuuper tímida no ensino médio, e falar com garotos  que não fossem meus amigos me assustava demais haha. Por sorte, Isla tem Kurt, com quem cresceu e nutriu uma linda amizade. O fato interessante sobre ele é que é autista, porém Stephanie não foi muito a fundo, gostaria de ter conhecido o Kurt um pouco melhor. Do jeito que a autora é, não duvido que ela escreva um livro sobre ele. 

O mais legal de tudo é que Stephanie sempre sabe dar a dose certa em todos os livros. Quando começa a ficar romântico, meloso demais, algo acontece, algo que desperta a curiosidade e a atenção no leitor. Ela explorou bem o início de uma relação, com todos os altos e baixos que um relacionamento pode ter, como ciúmes, insegurança, sentimentos demais e o mundo conspirando contra. 

Uma leitura que flui muuito, você consegue ler de uma vez só. Pena que a capa mudou lá nos EUA, gostava muito das que a Novo Conceito publicara. Super chato quando isso acontece, o leitor fica sem saber o que fazer. Espero que padronizem o resto, para ficar ainda mais lindo na estante! Confira as novas capas dos 3 livros da autora:


Se interessou pelo livro? Confira também a resenha de Anna e o beijo francês


STEPHANIE PERKINS

Stephanie Perkins
Stephanie Perkins já foi livreira e bibliotecária antes de fazer sucesso como escritora. Na coletânea “O presente do meu grande amor”, seu conto narra o encontro transformador de Marigold, filha de hippies, e North, um jovem vendedor de árvores de Natal.














Corram já ler o livro!




Nos encontre nas redes sociais:

         Facebook Twitter - Instagram 

Leia também

7 comentários

  1. Oi Monique,
    Anna e o beijo francês é o meu livro preferido da autora! hahaha Li recentemente Isla e o final feliz e adorei mesmo. Eu também gostaria de conhecer melhor o Kurt, também tive essa sensação. Mas o livro todo é uma gracinha, uma fofura!
    Amei a resenha, beijão!
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Thamiris! Quero logo ler mais livros da autora :)

      Excluir
  2. Olá Monique,
    Li os três livros já, mas adorei muito mais Lola - que é meu favorito.
    Gostei muito de Isla, mas tenho umas ressalvas sobre o desenrolar da história :/
    Gostei muito da sua resenha está muito bem escrita.
    Queria todos os livros com essa capa!
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que a NC refaça a capa dos dois primeiros, assim podemos fechar essa coleção com chave de ouro!

      Excluir
  3. Adorei a resenha! E seu blog também.
    Até agora não tinha encontrado nenhum blog feito também por irmãs gêmeas, muito legal conhecer o de vocês <3 Fico te esperando em uma visita lá no meu!! Bjs.

    http://blog-abreaspas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre brincamos que esse é o nosso diferencial haha. Obrigada pelos elogios. Beijos!

      Excluir
  4. Preciso ler esse livro urgentemente! Depois de ler os dois primeiros, não tenho dúvidas de que esse é tão lindo e fofo quando os outros.
    Também não gostei de terem mantido a capa original, a trilogia ficou desigual :(

    Beijos,
    Livro de Memórias

    ResponderExcluir