Resenha: Miniaturista - Jessie Burton

segunda-feira, dezembro 14, 2015

Sinopse: No frio outono de 1686,  Petronella Oortman, de 18 anos, chega a Amsterdã para começar uma nova vida como esposa do ilustre comerciante Johannes Brandt. Mas sua nova casa, apesar de esplendorosa, não é acolhedora. Johannes é gentil porém distante, sempre trancado em seu escritório ou no depósito de produtos, deixando Nella sozinha com a irmã dele, a maliciosa e ameaçadora Marin.
Mas o mundo de Nella se transforma quando Johannes lhe oferece um extraordinário presente de casamento: uma réplica da casa deles em miniatura. Para mobiliá-la, Nella contrata os serviços de um miniaturista - um artista furtivo e enigmático, cujas criações são cópias perfeitas dos móveis e objetos que há na casa. O artesão envia as peças de um jeito misterioso e inesperado.
O presente de Johannes ajuda a esposa a compreender o mundo da família Brandt, mas à medida que ela descobre seus segredos, começa a entender e temer os perigos que os cercam. Nessa sociedade religiosa e repressiva, em que o ouro só menos venerado que Deus, ser diferente é uma ameaça às morais e nem mesmo um homem como Johannes está livre. Apenas uma pessoa parece ser capaz de enxergar o futuro que os aguarda. Seria o miniaturista o caminho para a salvação ou o arquiteto da destruição?

Essa sinopse nos deixa super animada e curiosa para ler o livro e descobrir os mistérios, certo?  Sem mencionar a capa, que é maravilhosa e deixa o leitor intrigado. Mas infelizmente me decepcionei um pouco com a leitura de "Miniaturista".

Petronella é a personagem principal, e sempre está sozinha, aos cantos da casa. A construção da personagem principal foi boa, uma personagem que cativa por sua força e determinação. Seu marido, Johannes, nunca dá atenção para ela. Desde o início, Johannes é um personagem frio, me deu raiva diversas vezes durante a narrativa. Sua cunhada, Marin, é uma mulher fria e é muito rude com Nella. 

Os empregados são os únicos que fazem companhia para Nella, mas ainda assim isso está longe de ser uma amizade. O único amigo da personagem principal é o seu pássaro. Triste, não?

A escrita de Jessie Burton é muito boa, mas o ritmo do livro é bem lento, sempre deixando o leitor com a pergunta de quando os mistérios vão finalmente se resolver. Muitas pontas ficam soltas na história, principalmente sobre a Miniaturista.  
Ao longo da narrativa fiquei esperando o boom ou um grande acontecimento que fosse tornar "Miniaturista" interessante, mas esse momento nunca aconteceu. No final não fica claro qual será o destino dos personagens, nem o motivo de Nella ter sido escolhida pela Miniaturista para receber suas peças. 

Acho que se tivesse uma explicação mirabolante, se contasse a história da Miniaturista e se a autora tivesse fechado todas as pontas soltas que deixou durante a narrativa, o livro teria se tornado muito bom. 
Bem, indico "Miniaturista" para quem gosta de romances históricos, escrita mais sofisticada e cenários de um Amsterdã antiga, mas infelizmente a obra não supriu minhas expectativas. 

Nos encontre nas redes sociais:


Leia também

4 comentários

  1. Adorei a sua resenha, e eu gostei da história do livro

    Bjss

    Linda Menina

    ResponderExcluir
  2. Que lindo blog e posts para quem gosta de ler. Eu adoro ler mas infelizmente não paro muito para ler :(
    Beijinhos
    www.beatrizcouto.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha gata confesso que deu uma vontade de ler ahaha
    Um beijo gata e uma otima quarta feira!
    Fica com deus e te espero no meu blog ok !

    http://www.politicamenteincorreta.com/

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu blog, e a resenha foi show!
    Infelizmente, ou não, esse não é meu tipo de livro,
    também não gosto de histórias que ficam com finais vagos e
    sem nenhum grande acontecimento! hehehe
    Mas vou acompanhá-las para as próximas resenhas!
    Beeijos!

    Mostrando as Garras

    ResponderExcluir