Resenha: Além Mundos - Scott Westerfeld

by - terça-feira, maio 24, 2016


Sinopse: Scott Westerfeld, autor da série Feios, retorna em mais uma aventura de tirar o fôlego. Darcy Patel escreveu seu primeiro livro em um mês. Não muito tempo depois, se mudou para Nova York, para realizar o sonho de viver de escrever. Lizzie se prepara para mais uma viagem de avião, até terroristas invadirem o aeroporto e começarem a atirar em todos. Desesperada, Lizzie se joga no chão. Eu estou morta, eu estou morta... No fim, está tão convencida de pertencer ao lugar dos mortos que acaba atravessando a fronteira do além-mundo. Darcy criou Lizzie. A menina de Além-mundos é sua protagonista. Enquanto Lizzie se vê cada vez mais envolvida nos assuntos dos mortos e do submundo, Darcy luta para se manter no paraíso do YA, na Big Apple, e quanto mais Darcy aprende e amadurece, mais a história de Lizzie também cresce. Ou seria o contrário? Sempre atravessando as barreiras entremundos, as duas irão se redescobrir, se reescrever e explorar os infinitos mundos dentro de si mesmas.

Além mundos, do autor Scott Westerfeld (muito amor!), foi lançado pela Galera Record. Receber esse livro foi uma deliciosa surpresa, e sua leitura, então, maravilhosa. Já havia lido a série Feios, do mesmo autor e AMEI. A Íris Figueiredo, autora e blogueira, já havia comentado sobre como Além mundos era bom. Fiquei tão curiosa que resolvi ultrapassá-lo na minha lista de leituras.

A primeira coisa que você deve saber sobre Além mundos: todo escritor ou aspirante a escritor deve lê-lo. Simplesmente porque Darcy, uma autora iniciante de 17 anos, é a personagem principal. Como também escrevo livros e comecei super nova (com 14 anos) me identifiquei muito com ela. Darcy se muda para Nova York e passa a conviver com muitos autores. Lá, eles trocam experiências, medos, escrita, revisão... É muito mágico poder ler e se identificar com vários aspectos da personagem, como a síndrome do impostor. É basicamente um autor que acredita piamente que foi tudo um golpe de sorte, que é um sonho e que rapidamente esse sucesso irá acabar. Como qualquer autor, às vezes sinto esse medo também.

Além mundos é um sopro de ar fresco. É o livro que você sempre quis escrever, mas nunca conseguiu. Scott Westerfeld teve uma ideia genial de costurar duas histórias. Num capítulo conhecemos Darcy, essa autora jovem que se muda para Nova York para construir sua carreira literária, e no outro temos Lizzie, a personagem que Darcy criou. Lizzie, após ser a única sobrevivente a um ataque terrorista, descobre que pode ver e falar com pessoas mortas. Além disso, pode se transportar para o submundo. 

O engraçado era que em algumas partes eu ficava brava com Darcy, porque ela dava spoilers sobre a história de Lizzie haha. Amei a ligação das duas, de verdade nem pareciam personagens de um livro, e sim amigas próximas. Lizzie é determinada, corajosa e forte, tudo que a gente precisa que uma personagem seja para inspirar o empoderamento feminino. Já Darcy mostra toda a realidade de ser um autor - o medo das críticas, as dúvidas sobre vendas, revisões intermináveis... Sem falar que Darcy tem origens indianas. Achei muito legal isso, nunca tinha lido nenhum personagem indiano.

Confesso que em várias cenas de Lizzie - lembrem-se, que via fantasmas - fiquei com muito medo. Tipo, medo mesmo!  Scott Westerfeld tem todo um jeito de criar suspense e terror, fiquei fascinada! Você não quer parar de ler em nenhum momento, isso que Além mundos tem 544 páginas.

Amei Além mundos! Queria tanto que tivesse continuação, quero muito saber como vai continuar a história de Darcy, afinal ela recebeu dinheiro pelo contrato de dois livros, e só tem um escrito. Também já sinto falta de Lizzie e de sua coragem. Pesquisei no site do autor e não encontrei nada sobre uma possível continuação. Se alguém souber de algo, me avisa? 

Espero que possam ler o livro, é muito bom e ótimo para quem já não aguenta ler os mesmos livros de sempre!

Ah, e para quem gosta de vídeos do Youtube fizemos uma resenha, veja:


Nos encontre nas redes sociais:
         Facebook Twitter - Instagram 

You May Also Like

2 comentários

  1. Oi Monique, tudo jóia?
    Quem leu Feios, Leviatã ou Os primeiros dias sabe como é a escrita de Scott: cativante, esperta, precisa e viciante. E quem correu para ler Além-mundos esperando por isto pode ter se decepcionado um pouco, como foi o meu caso. No começo, eu sequer diria que este tinha sido um livro escrito pelo Westerfeld, não reconhecia nada dele ali. Então eu esperei um tempo e fiquei remoendo as histórias na minha cabeça, em segundo plano, enquanto lia outros livros.
    Scott teve uma idéia e acreditou nela, assim como sua personagem Darcy, e assim nasceu Além-mundos. Nesse sentido, Scott se superou com certeza e entregou uma história que, como ele nos quis fazer acreditar, poderia ter sido escrita por uma adolescente.
    Mas não é o livro de entrada que eu recomendaria para quem quer começar a ler Westerfeld, não sei ao certo se eu sequer recomendaria...
    Beijos!

    ResponderExcluir