Resenha: O herói improvável da sala 13B - Teresa Toten

terça-feira, setembro 13, 2016

Sinopse: Um livro repleto de momentos de profunda emoção e outros de inesperado humor, que explora as complexidades de viver com TOC e oferece perspectivas de esperança, felicidade e cura. Adam Spencer Ross, 14 anos, precisa lidar todos os dias com os problemas que resultam do divórcio dos pais e das necessidades de um meio-irmão amoroso, mas totalmente carente. Acrescente os desafios de seu TOC e é praticamente impossível imaginar que um dia ele se apaixonará. Mas, quando conhece Robyn Plummer no Grupo de Apoio a Jovens com TOC, ele fica perdida e desesperadamente atraído por ela. Robyn tem uma voz hipnótica, olhos azuis da cor do céu revolto e uma beleza estonteante que faz o corpo de Adam doer. Adam está determinado a ser o Batman para sua Robyn, mas será possível ter uma relação “normal” quando sua vida está longe de ser isso?

Comecei a ler o livro sem ter lido a sinopse. Achei a capa uma gracinha, então nem me importei em saber do que a obra se tratava. Ultimamente estou fazendo isso, e tenho me surpreendido bastante! Alguém aí já fez isso de começar o livro sem saber do que se trata?

O personagem principal se chama Adam Ross e ele tem TOC. Esse tema me chama muito a atenção, pois acho muito interessante, e ainda há muito a ser explorado. Fico bem feliz que os autores estejam escrevendo sobre isso, afinal muitas pessoas têm TOC e não sabemos direito como lidar. Já havia lido outro livro com esse tema, o "Amy e Matthew". 

Adam participa de um grupo onde todos os membros possuem TOC, e cada um possui um nível diferente da doença. Uns apresentam sintomas mais leves, outros estão num nível bem complicado. Tudo muda na vida do garoto quando se apaixona por Robyn, uma garota que entra no grupo. O romance que surge entre os dois é muito fofinho, inocente e acontece no tempo certo. A autora não apressa as coisas, sabe? Então tudo fica muito natural.

Um ponto que achei bem bacana é a relação de Adam com seu meio-irmão, que também tem TOC. Adam é o único que consegue acalmar o garotinho, e adorei ler as cenas dos dois juntos. 

Ao longo do livro, podemos perceber que há um mistério envolvendo a mãe de Adam, e só ficamos sabendo disso no final. Gostei bastante da história e de como Adam e seus amigos vão progredindo, a maneira como Teresa Toten escreve deixou a leitura leve e muito prazerosa. Indico o livro para quem quer ler um romance fofo, mas não somente isso, já que a obra vai além em cada personagem para mostrar a luta com o TOC.

Nos encontre nas redes sociais:

Leia também

1 comentários

  1. Nunca li sem ver a resenha, mas já fiquei doida pela capa de livro! Imagino a ansiedade dele ao se apaixonar e ter que conviver com o TOC!



    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir