Resenha: Silo - Hugh Howey

quarta-feira, novembro 26, 2014

Silo - Hugh Howey


Sinopse: O que você faria se o mundo lá fora fosse fatal, se o ar que respira pudesse matá-lo? E se vivesse confinado em um lugar em que cada nascimento precisa ser precedido por uma morte, e uma escolha errada pode significar o fim de toda a humanidade? Essa é a história de Juliette. Esse é o mundo do Silo.
Em uma paisagem destruída e hostil, em um futuro ao qual poucos tiveram o azar de sobreviver, uma comunidade resiste, confinada em um gigantesco silo subterrâneo. Lá dentro, mulheres e homens vivem enclausurados, sob regulamentos estritos, cercados por segredos e mentiras.
Para continuar ali, eles precisam seguir as regras, mas há quem se recuse a fazer isso. Essas pessoas são as que ousam sonhar e ter esperança, e que contagiam os outros com seu otimismo.
Um crime cuja punição é simples e mortal.
Elas são levadas para o lado de fora.
Juliette é uma dessas pessoas.
E talvez seja a última.
Resenha super atrasada que estava devendo por aqui, peço desculpas. Mas vocês sabem como final de semestre é complicado, provas e trabalhos que não acabam mais!

Recebi esse livro da editora Intrínseca, e quando chegou já comecei a ler. Por sorte, quando fomos à Bienal de SP nesse ano, o autor Hugh Howey estava por lá num encontro de parceiros da editora. Ele foi muito querido e simpático com todos, então a vontade de ler Silo aumentou muito! 



Apesar disso, demorei muito mesmo pra ler o livro. Acho que foi o livro que mais demorei durante o ano todo, pois é uma leitura cansativa, com muitos detalhes, e não tem muita ação. Me decepcionei nesse sentido, pois esperava algo mais como Maze Runner ou Jogos Vorazes.

Acredito que nos próximos volumes a trama venha a se desenrolar mais, e com isso, espero que tenha mais ação e que nos proporcione adrenalina. Gostei bastante da ideia e dos conceitos apresentados no livro, assim como a proposta da obra. 

Todos os personagens escondem vários segredos, e muito deles são revelados durante o livro. Achei bem interessante o fato de todos os personagens serem profundos e terem muito mais a oferecer do que apenas uma leitura plana. Temos que desconfiar de tudo durante a leitura. 

Sei que Silo irá virar filme, acredito que - num raro caso - será melhor que o livro, justamente pelo fato de ser uma leitura um tanto pesada. Apesar dos pontos negativos, quero ler sim a continuação para saber como tudo termina. 

Nos encontre nas redes sociais:



Leia também

3 comentários

  1. Não conhecia esse livro, mas é bem o meu estilo de leitura, Mônica. Vou dar uma pesquisada e conferir outras resenhas também!!!
    Beijão, Marcia.

    ResponderExcluir
  2. Pelas resenhas que tenho lido, o livro é bem assim mesmo; mas o autor parece bem simpático, o que já é um ponto favorável. Gostei da resenha.
    Sorteio trilogia A Seleção no blog: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
  3. Oi Mônica,

    Eu iniciei a leitura e gostei muito até onde estou, fiquei meio receosa com a resenha, mas de repente para mim seja diferente. Desejo-lhe ótimas leituras.....ótimo saber que vai virar filme, porque ele tem grande potencial mesmo....=D...bjus elis!!!

    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir