Vai ser o quê?

by - quarta-feira, dezembro 10, 2014



A larva está dentro do casulo. Ela vai virar uma linda borboleta, mas não sabe disso ainda.

Algumas larvas nunca chegam a ser borboletas. Por quê? É simples. Elas estão agoniadas por estarem lá. Querem a luz do dia, querem se libertar mais do que tudo, nada é tão importante quanto sair. Então elas se chocam e colidem com o casulo, o quebrando pouco a pouco. Teimam, e batem novamente, mesmo que esses movimentos as machuquem. Mas elas não param até sair.

Depois de muito tentar, as teimosas larvas conseguem detonar completamente o casulo que as abrigou por tanto tempo. A felicidade é efêmera, a euforia de ter conseguido o que tanto queria é demais. Então, após alguns segundos eufóricos e contentes, elas caem no chão. E morrem. Morrem pelo simples fato de não esperar. Não estavam prontas. 

E quanto àquelas que esperam? A larva que espera pacientemente está agoniada. Também quer sair, mas sabe que tem que permanecer mais um pouco, pois a mãe natureza está cuidando do que está por vir. Pensa que poderia se libertar por alguns segundos assim como a larva teimosa, mas o preço seria alto demais a se pagar.  

Quando pensa em desistir, quando já não tem mais ar suficiente dentro do casulo... acontece. Suas asas se abrem e o casulo se quebra em mil pedacinhos. Ah, se essa antiga larva pudesse se ver agora... Porque esperou tanto tempo, suas asas nasceram perfeitas. Delicadas, um tanto frágeis, mas fortes o bastante para carregá-la por todo o lugar. Nunca existiu combinação de cores mais celestial. Um azul tão forte e intenso pincelado com tons de branco e preto. Quase uma pintura, se não fosse obra da mãe natureza. Quem olha para essa incrível borboleta jamais pensa que um dia ela ficou presa num lugar escuro sendo uma larva. Como pode uma criatura tão linda ter sofrido tanto para se tornar o que estava predestinada a ser?

Penso que somos iguais a borboletas e larvas teimosas. Às vezes queremos tanto, mas tanto alguma coisa que não nos importamos se isso nos machucará no futuro. Batemos o pé e insistimos, pois quando algo é negado ao ser humano ele luta com unhas e dentes para consegui-lo. Se teimar e se debater com todas as forças você, eventualmente, vai conseguir o que quer. Mas não sabe o que isso vai te causar no futuro. Não sabe o quanto vai doer.

Espero que o universo tenha a mesma consideração com a gente assim como tem com as borboletas.

E espero, do fundo do meu coração, que você saiba a hora de aguardar para se tornar uma borboleta. Para que consiga usar suas asas para voar alto, muito alto. 

Nos encontre nas redes sociais:


You May Also Like

1 comentários

  1. ''A larva que espera pacientemente está agoniada. Também quer sair, mas sabe que tem que permanecer mais um pouco, pois a mãe natureza está cuidando do que está por vir.''
    Mais nada a declarar...

    ResponderExcluir